terça-feira, 31 de março de 2015

Salmão à Brás

Chego à conclusão que não há nenhuma proteína que não fique deliciosa feita à brás. Neste caso usei uns restos de salmão que tinha no congelador, e a este juntei uns restos de camarão que também "andavam" desamparados pelo congelador. Uma boa combinação, saudável  e rápida a fazer.

Aqui fica a receita.




Ingredientes:



  • 1 un. Alho francês (só a parte branca)
  • 1 un. Cebola média
  • 3 dentes de alho
  • 2 ou 3 postas de salmão, sem pele
  • 300 gr de miolo de camarão
  • 1 pacote de batata frita palha
  • 2 ovos
  • 2 Colheres de Sopa de Azeite
  • Vinho branco 
  • Sal e especiarias a gosto
  • Cebolinho e salsa picada a gosto.



Preparo:


Vamos começar por picar a cebola e o alho, e pôr a refogar juntamente com o azeite e sal a gosto. Entretanto cortamos o alho francês às rodelas finas e juntamos ao preparado anterior. Deixamos refogar um pouco e acrescentamos um pouco de vinho branco e deixamos refogar por mais um pouco até o alho francês começar a ficar transparente e mole.

Acrescentamos o salmão, deixamos refogar até este ganhar alguma cor e começar a desfazer-se. Juntamos de seguida o miolo de camarão. Deixamos cozer.

Quando o camarão estiver cozido e o salmão completamente desfeito incorporamos a batata palha juntamente com os ovos. Esperamos 5 minutos e acrescentamos o cebolinho e a salsa picada.

Desligamos o lume, e está pronto a servir. 
Acompanhem com legumes salteados, salada ou esparregado.







Dica: Para deixar esta receita mais saudável ainda, podem substituir a batata frita por batata cosida aos cubos pequenos. Não a deixem cozer muito, pois esta deve acabar a cozedura quando misturada ao preparado do salmão. Podem também substituir a batata por completo juntando courgete ralada. Fica igualmente bom, e é super light.

Enjoy!


segunda-feira, 30 de março de 2015

Dica - Batatas Fritas

Sabem o que combina com batatas fritas?!
Eu digo-vos.

Depois de fritas não há nada melhor (depois de tirar bem o óleo e pôr sal) que salpicar um pouco de alho seco, óregãos e paprika (Pimentão doce ou colorau)

Mnham Mnham. Delicioso.

Experimentem. Vão gostar de certeza.

Enjoy!

sexta-feira, 27 de março de 2015

Restaurante Dream Sushi em Santos

Acabadinho de abrir em Santos. 
Só uma palavra para descrever, CÉU!! Um óptimo sitio, para um óptimo jantar, com óptima companhia, claro.

O espaço em si (dois pisos) é bastante agradável, bem apetrechado com um televisor XL, decoração simples, mas bastante "simpático".

O sushi derrete-se na boca, completamente, super fresco. Somos recebidos com imensa simpatia, e para entrada nada melhor que vieiras, ostras e mexilhão. (By the way, nunca tinha comido ostras, não fiquei muito fã, mas come-se). Sem palavras. 

A bebida também um pedaço de céu, sangria de champanhe com morangos (dos verdadeiros), de cair da cadeira, de repetir até não ver o fundo do jarro, óptima.

Quanto aos empregados uma simpatia, nunca fui tão bem recebida. A língua pode ser um ligeiro entrave, mas com o tempo de certeza que melhorarão (também falam inglês, caso seja necessário).


Aqui fica um cheirinho do que comi.

Enjoy!


Actualização 25/08/2015 - Neste momento já não recomendo. A gerência mudou. O sushi é mediano/razoável, o atendimento horrível.


De 0 a 5 dou 2,5.




quinta-feira, 26 de março de 2015

Bagels com Salmão fumado

O jantar hoje não é nada de extraordinário nem nada muito complexo. Pelo contrário, facílimo. E algo que eu gosto imenso. BAGELS! Yeii.

4 Ingredientes: 

Bagels, salmão fumado, queijo para barrar e salada para acompanhar.

Tostar ligeiramente o bagel, barrar com o queijo. Temperar o salmão fumado a gosto (usei pimenta preta, cebolinho e sumo de limão). Juntar o salmão ao bagel, temperar a saladinha, et Voilá.

Como vêem simples e rápido.


quarta-feira, 25 de março de 2015

Tarte de Chocolate com compota de Banana e Tomilho

Para começar mesmo bem este blog, algo "pouco calórico", claro. Esta tarte não engorda nada, de nada. Isto, se forem correr uma meia maratona depois. Caso contrário já não é bem assim. Mas é mesmo boa, mesmo para quem não gosta de banana. E óptima para acabar com as bananas que andam à dias na fruteira e já ninguém lhes pega.


Ingredientes:


  • 1 pacote de bolacha Maria;
  • 300gr Margarina
  • 1 Tablete de chocolate de culinária;
  • 2 pacotes de Natas
  • 1/2 chávena de chá, de açucar
  • 1 raminho pequeno de Tomilho (só as folhas)
  • 4 colheres de sopa de água
  • Sumo limão/lima q.b.
  • 2 Bananas grandes bem maduras (eu usei da madeira pus mais, eram pequeninas)

Preparação:

Começamos por picar toda a bolacha. Eu usei a Yammi, mas podem usar o que quiserem, até mesmo uma garrafa e força de vontade, serve. Reservem a bolacha. 

Derretam a manteiga, pode ser mesmo no microondas, tem de estar bem derretida, cuidado para não queimar. Após derreter a manteiga juntam-na à bolacha moída, até criar uma pasta.

Esta pasta vai servir para forrar a vossa tarteira, criando a base da nossa maravilhosa e apetitosa tarte. Quanto à tarteira podem optar por usar as de silicone - neste caso não vale a pena untar nem pôr nada, Ou as normais - estas, se não forem das que a base é removível, aconselho  a forrar com papel vegetal, para facilitar a saída da tarte, se for das que a base é removível, aconselho na mesma o papel vegetal. Facilita imenso e não é preciso ter muito jeito para que a tarte saia linda.

Após forrarem a tarteira (não esquecendo de pôr um pouco de papel vegetal em cima com uns quantos feijões ou arroz, para ajudar na cozedura) vão levar a nossa massa a cozer a 180º, por 15 minutos.

Enquanto a massa coze, iniciam o fondant de chocolate para o recheio. Muito fácil, começam por picar a barra de chocolate inteira e reservam. (Neste ponto se calhar convém dar uma olhadela na massa, já deve estar pronta - retirem e deixem arrefecer). De seguida levam as natas a lume baixo/médio, mexendo sempre até começar a borbulhar. Logo que isso aconteça apagam o lume e juntam as natas ao chocolate. Não mexam de seguida, deixem as natas e o chocolate repousar, para que as natas derretam o chocolate.

Por último tratamos da compota de banana com rosmaninho. Começamos com o açúcar, a água e o sumo de limão ou lima. Deixamos o açúcar derreter, começando a borbulhar juntamos a banana e o raminho de tomilho. Coze até obter ponto de compota.

Voltamos às natas com o chocolate, com jeitinho e sem pressa envolvemos as natas e o chocolate até todo o chocolate estar misturado nas natas.

Por esta altura já teremos a base da tarte preparada, juntamos-lhe a compota de banana e deixamos arrefecer. Arrefecida a compota juntamos por cima o fondant de chocolate e levamos ao frio, por duas horinhas, e está pronto a servir.

Bom Apetite.


Enjoy!